ADEQUAÇÃO ERGONÔMICA DO BERÇÁRIO DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL DA UFSC

Resumo

Através do uso da ferramenta metodológica Análise Ergonômica do Trabalho foi realizado um estudo no posto de trabalho das professoras do berçário do NDI/UFSC, em Florianópolis-SC, considerando como demanda o desgaste físico das educadoras e a inadequação do arranjo espacial do berçário. O estudo foi conduzido com apoio em vários métodos, tais como entrevistas, medições ambientais e os métodos RULA e REBA. A análise dos dados apresentou posturas inadequadas, um ruído bem superior ao recomendado e uma organização do espaço limitante. A partir da adequação ergonômica pode-se constatar que à medida que se estabeleça melhores condições de postura e conforto às educadoras, aliadas às informações técnicas operacionais satisfatórias para a realização das atividades, maior segurança e bem estar estará sendo proporcionado aos bebês, motivo principal da tarefa. Foram então propostas recomendações ergonômicas visando a melhorias relativas ao ambiente, ao trabalho das professoras e ao conforto das crianças.

Publicado

2020-07-09

Como Citar

ADEQUAÇÃO ERGONÔMICA DO BERÇÁRIO DO NÚCLEO DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL DA UFSC . (2020). Revista Ação Ergonômica, 7(2). Recuperado de https://www.revistaacaoergonomica.org/revista/index.php/ojs/article/view/162