A INTERFACE ENTRE O DESIGN CENTRADO NO USUÁRIO (DCU) E O APOIO HUMANIZADO PARA A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA (PSR): FUNDAMENTAÇÃO DO PROJETO DE INTERIORES DA CASA DE APOIO PARANGOLÉ

Autores

  • Gizelli Flor de Jesus
  • Andrea de Aguiar Kasper

DOI:

https://doi.org/10.17648/rea.v14i1-7

Palavras-chave:

Casa de Apoio, Projeto Social, Design de Interiores (DI), População em Situação de Rua (PSR);, Design Centrado no Usuário (DCU). , População em Situação de Rua (PSR)

Resumo

O presente artigo tem como finalidade dissertar sobre a fundamentação de um Projeto de Interiores de uma Casa de Apoio Humanizada para a População em Situação de Rua (PSR), em Florianópolis, Santa Catarina, Brasil, destinada ao atendimento, acolhimento, suporte e apoio de 20 pessoas. O artigo possui o objetivo de apresentar a pesquisa para fundamentar uma ergonomia de correção, propondo um Projeto de Interiores Modelo de Casa de Apoio vinculada à Prefeitura Municipal de Florianópolis. A Casa Parangolé teve como inspiração a multifuncionalidade dos ambientes e as orientações do Design Centrado no Usuário (DCU), abordado na fundamentação do projeto, inspirado pelos preceitos ergonômicos. Constitui um estudo de caso, tendo sua investigação auxiliada pela aplicação de algumas técnicas de pesquisa, no caso: levantamento documental e bibliográfico em fontes secundárias, entrevistas semiestruturadas, observações e levantamento in loco de algumas Instituições voltadas para a PSR, aplicação da análise de conteúdo. Esta pesquisa pretende propor um modelo de projeto que poderá contribuir para apoiar pesquisadores e profissionais interessados e envolvidos em projetos que envolvem essas instituições, expondo soluções relevantes, que confrontam as determinações legais e normativas e situações reais, ressaltando as necessidades da demanda e dos princípios ergonômicos, tais como os referentes à aplicação do DCU, em Casas de Apoio humanizadas.  

 

Publicado

2020-08-05