Revista Ação Ergonômica
https://www.revistaacaoergonomica.org/instructions
Revista Ação Ergonômica

Instruções e Políticas

Política de Acesso Aberto

A Revista Ação Ergonômica publica artigo originais em português, inglês e espanhol, oferecendo acesso livre e imediato ao seu conteúdo, de acordo com a definição da Budapest Open Access Initiative (BOAI). Não há cobrança para acesso, submissão ou publicação dos artigos.

Processo de Avaliação pelos Pares

A Revista Ação Ergonômica conta com um corpo editorial permanente e avaliadores ad hoc, procurando a diversidade institucional, geográfica, temática, racial e de gênero de seus membros. Tanto os membros do corpo editorial quanto os avaliadores ad-hoc são pesquisadores e pesquisadoras reconhecidos(as) pela comunidade acadêmica. 

O manuscrito submetido para avaliação é inicialmente conferido pelos editores executivos quanto à formatação e pertinência ao escopo da revista, podendo ser devolvido ao (s) autor (es) para correções ou mesmo ser rejeitado, com as devidas justificativas.

A partir disso, os artigos submetidos são enviados para dois revisores (avaliadores), sem a identificação de autoria (double-blind review process). Após a avaliação, o artigo pode ser aprovado, aprovado com ressalvas ou reprovado pelos revisores. O manuscrito com indicação de correções/adaptações será devolvido ao(s) autor(es) para posterior avaliação pelos mesmos revisores.

O manuscrito será considerado encaminhado para publicação se indicado como favorável, terminado o ciclo de correções, pelos 2 (dois) revisores. Em caso de pareceres contraditórios, o trabalho é encaminhado a um terceiro avaliador. 

Devem os Revisores:

  • Comunicar os Editores Executivos sempre que houver suspeitas de plágio ou má conduta;
  • Avaliar os manuscritos individualmente de forma imparcial e isenta de influências ou preconceitos de qualquer gênero. Ao enviar uma avaliação, o revisor deve descrever os potenciais conflitos de interesse que possam existir em relação ao trabalho avaliado;
  • Manifestar-se prontamente se aceita ou não realizar uma avaliação e entregar seu parecer dentro do prazo estipulado, observando o rigor ético e mantendo sigilo total;
  • Avaliar e garantir que os potenciais conflitos de interesse identificados no manuscrito em análise, sejam comunicados aos Editores Executivos para providências;
  • Providenciar mecanismos e estimular o uso de ferramentas de detecção de plágio, seguindo as orientações do COPE (Committee on Publication Ethics) em todos os casos de suspeita de má conduta ou falta de atitude ética buscando mais informações e tomando as ações necessárias publicando manifestações de preocupação, erratas ou retratações.

Diretrizes para Autores

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens compostos pelas diretrizes.

A lista de autores deve incluir apenas aqueles que contribuíram para a concepção, execução ou interpretação do manuscrito. Qualquer alteração na relação de autores deve ser solicitada aos Editores Executivos com a concordância de todos os autores do manuscrito, incluindo os que estão sendo adicionados ou removidos da lista.

Todos os autores do manuscrito são igualmente responsáveis pelo conteúdo submetido devendo se certificar de que o texto, dados e ideias apresentados representam o resultado original do seu próprio trabalho e não infringem a propriedade intelectual de terceiros, de instituições ou de trabalhos já publicados anteriormente; se responsabilizando e colaborando com solicitações de informação adicional para eventuais investigações. Os conflitos de interesse potenciais, sejam financeiros, profissionais ou pessoais, devem ser comunicados separadamente para cada Autor.

O manuscrito submetido não deve ser objeto de publicação anterior, no todo ou partes, incluindo submissão simultânea em outro meio de publicação. 

Nos manuscritos que envolvam pesquisa com seres humanos, deve constar a aprovação do comitê de ética informando dos dados da aprovação durante a submissão.

Todas as informações de apoio de instituições públicas ou privadas recebidas pelos autores  devem ser declaradas identificando sempre a instituição e número do projeto, se for o caso, e uma descrição sobre qual foi o papel da instituição acerca da forma como a pesquisa foi conduzida, preparada e os dados coletados e analisados.

Os autores devem garantir o depósito dos dados utilizados no manuscrito em repositórios científicos para disponibilização e facilitação de reprodutibilidade, facilitando estudos derivados. Caso os dados estejam disponíveis, eles podem ser citados na lista de referências. Os autores devem fornecer uma declaração informando se os dados estão disponíveis (e como podem ser obtidos) incluindo eventuais dados que não possam ser disponibilizados devido a questões legais, confidencialidade etc. 

Direitos Autorais e Licença

Os manuscritos publicados na Revista Ação Ergonômica são licenciados e identificados sob uma Licença Creative Commons CC BY. A submissão de manuscrito nesta revista implica concordância dos autores com a sua publicação sob esta licença.

Os autores têm o controle sobre a integridade do seu trabalho e o direito de ser devidamente reconhecidos e citados. A citação deve obrigatoriamente indicar a revista Ação Ergonômica como fonte original da publicação do manuscrito. O autor é responsável por obter autorizações - de pessoas, instituições, outros autores e/ou editores - sobre direitos autorais para o uso de imagens, tabelas, figuras, métodos ou demais elementos utilizados no manuscrito a ser publicado.

Ao submeter um manuscrito, os autores declaram: 1) que a contribuição é original, não tendo sido publicado anteriormente, nem integralmente nem partes, sob nenhuma forma de mídia impressa ou eletrônica, exceto, quando for o caso, em servidores de preprints; 2) que não foi nem será submetido concomitantemente a outros periódicos durante o seu processo de avaliação pela revista Ação Ergonômica; 3) que, caso aprovado, estão de acordo com a sua publicação nesta revista, sob uma Licença Creative Commons CC BY, em formato eletrônico ou outras mídias, assim como em bases bibliográficas de indexação e em diretórios e repositórios de periódicos e de artigos científicos.

Ética

A revista Ação Ergonômica segue e recomenda que editores, autores e revisores sigam as recomendações do Committee on Publication Ethics (COPE). Todos os casos de suspeita de plágio ou má-conduta devem ser comunicados, para investigação, aos Editores Executivos quando relativos ao manuscrito ou revisores; ao Editor Chefe quando se tratar de questões relativas à Editoria Executiva. Se for necessário, serão publicadas manifestações de preocupação, erratas ou retratações.

A Revista Ação Ergonômica se compromete a garantir a ética e as melhores práticas na publicação científica. Por esta razão, a revista segue os mais altos padrões disponíveis. 

Adotamos como referências para políticas de integridade científica os seguintes documentos: do Committee on Publication Ethics (COPE), “Princípios de Transparência e Boas Práticas em Publicações Acadêmicas”; do Council Of Science Editors, “Diretrizes do CSE para promover integridade em publicações de periódicos científicos”; do SciELO, Guidelines on Best Practices for Strengthening Ethics in Scientific Publication

Os editores são independentes e mantêm a confidencialidade sobre o trabalho em avaliação.

Os revisores devem fornecer uma contribuição clara, objetiva e abrangente para as decisões editoriais em tempo hábil, mantendo a confidencialidade sobre o trabalho em consideração.

Os autores devem seguir os padrões científicos vigentes, especialmente em termos de originalidade da publicação.

Diversidade, Equidade e Inclusão

Declaramos nosso compromisso com a promoção dos princípios da diversidade, equidade e inclusão (DEI) no que se refere à comunidade de autores, revisores e leitores, destacando-se: a consideração da diversidade de sexo, gênero, raça, origem geográfica e estágio na carreira para a composição do Corpo Editorial e seleção de revisores; o endosso às Diretrizes sobre equidade de sexo e gênero na pesquisa (SAGER); a atenção com o uso correto da terminologia sobre DEI e o uso de linguagem inclusiva nos artigos publicados; o incentivo à publicação de artigos relacionados à DEI na revista; esforço em propiciar um ambiente inclusivo no qual todas as pessoas tenham oportunidades de desenvolvimento no campo da Ergonomia, Saúde e Segurança no Trabalho.

Declaração de Privacidade

Os nomes, endereços e dados adicionais informados pelos autores e avaliadores serão usados, exclusivamente, para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

Formatação e Envio dos Manuscritos

Os artigos devem ser submetidos pelo sistema de submissão Submit, que pode ser acessado clicando aqui.

Todos os documentos a serem enviados deverão ser preparados em MS Word ®, com letra Times New Roman, tamanho 12, espaçamento entre linhas simples, uma única coluna, espaçamento entre os parágrafos antes 0pt e depois 6pt. A especificação para as margens superior, inferior, à direita e à esquerda é de 2,5 cm. As propriedades do documento devem ser editadas para impedir a identificação do Autor. A extensão máxima permitida no documento é de 10.000 palavras (incluindo título, resumo, legendas e referencial bibliográfico).

Modalidades dos textos

A Ação Ergonômica publica os seguintes tipos de artigo:

  1. Artigos de Pesquisa: pesquisas originais, não publicadas, que representem avanço técnico-científico;
  2. Artigos de Revisão: avaliação crítica da literatura científica acerca da Ergonomia;
  3. Relato de Caso: relato de uma intervenção original ou descrição de caso prático relacionado ao trabalho;
  4. Resenha: análise crítica sobre livro publicado nos últimos anos;
  5. Ensaio: reflexão circunstanciada, com maior liberdade do autor para defender determinada posição, visando aprofundar uma discussão ou apresentar nova contribuição.
  6. Traduções: traduções de textos, preferencialmente os mais clássicos, na área da ergonomia e áreas afins.

Seções do Texto

A formatação dos textos deve incluir:

  • Título do artigo - O Título do trabalho deve estar somente com a primeira letra em maiúsculo. Evite a utilização de siglas ou fórmulas. Caso haja siglas ou outros nomes que necessitam estar em maiúsculo, estes são permitidos. Tenha em mente que o título do seu artigo frequentemente será exibido em resultados de busca, então crie um título informativo e conciso.

  • Resumo: Elabore seu resumo utilizando até 250 palavras, de forma que ele possa se sustentar sozinho, sem a necessidade de referências e sem utilizar abreviações. Caso absolutamente necessário utilizar siglas, estas devem ser definidas na primeira oportunidade.

  • Palavras-chave: Inclua de 3 a 5 palavras-chave após o resumo.

  • Abstract: Compose an abstract using a maximum of 250 words, which can stand alone without the need for references, and without using abbreviations. If acronyms are necessary, they must be defined at the earliest opportunity.

  • Keywords: Include 3 to 5 keywords after the abstract.

  • Seções: Separe e organize seu texto de forma clara em seções numeradas. 

As subseções devem ser numeradas 1.1 (depois 1.1.1, 1.1.2, ...), 1.2, etc. (o resumo não deve ser incluído na numeração das seções). É esperado que o artigo tenha no mínimo a Introdução, Metodologia, Resultados, Discussão (ou Resultados e Discussões quando for o caso), Conclusão, Referências, e outras informações que possam ser necessárias e que são comuns na divulgação científica.

É recomendado que os autores indiquem, ao final do artigo, se o trabalho foi financiado, se é resultado de dissertação de mestrado ou tese de doutorado, e em caso de pesquisa com seres humanos, se foi aprovada por Comitê de Ética da área, indicando o número do processo.

Figuras e Tabelas

Figuras, gráficos, imagens, fluxogramas, desenhos, devem estar citados no corpo do texto em algarismos arábicos e apresentar resolução mínima de 300 dpi. As legendas de figuras devem estar logo abaixo das mesmas. Caso haja texto na figura, verificar se este se encontra no idioma do artigo.

Imagens não devem ser manipuladas ou ajustadas de forma que possam resultar em má interpretação das informações. 

Os gráficos, fotografias, esquemas, ilustrações, são considerados como figuras e assim devem ser nomeados no trabalho. Devem estar já anexados no documento e ter boa visualização (perfeita leitura de todos os textos e símbolos utilizados). No caso de utilizar setas, símbolos, letras ou números para identificar partes das figuras certifique-se de identificá-los claramente na respectiva legenda.

Tabelas e quadros devem sempre estar editáveis, ou seja, elaborados utilizando o recurso de criar tabelas no MS Word. Utilize Tabelas para apresentar dados quantificáveis e Quadros para apresentar informações não quantificáveis. Quadros e Tabelas devem sempre estar citados no texto, utilizando numeração em algarismos arábicos e ordem em que aparecem no texto. A legenda deve ser uma breve descrição da Tabela ou Quadro.

Equações e expressões matemáticas exibidas em linha podem ser expressas como texto simples quando possível. Todas as expressões matemáticas devem ser editáveis, elaboradas utilizando o editor nativo do MS Word e numeradas em algarismos arábicos e citadas na ordem em que aparecem no texto.

Citações e Referências

Certifique-se de que todas as citações estejam na lista de referências e vice-versa. A lista de referências deve ser compatível com as citações no texto e recomendamos um número máximo de 40 referências. Todas as citações feitas no texto devem ser referenciadas seguindo o padrão estabelecido na sexta edição do Manual de Publicação da American Psychological Association (APA).

As citações feitas no corpo do texto devem ser sempre seguidas do ano de publicação da referência: Donaire (1999) ou (Donaire, 1999). Quando houver dois autores, indicar os sobrenomes dos autores separados por “&” se a citação estiver entre parênteses ou "e" se estiver direta no texto: (Ackermann & Eden, 2001) ou Ackermann e Eden (2001). Havendo mais de dois autores, citar o sobrenome do primeiro, seguido da expressão “et al.”: Manso et al. (2015) ou (Manso et al., 2015). Se houver mais de um artigo dos mesmos autores publicados no mesmo ano, faça a distinção com letras minúsculas: Manso et al. (2015a, b). Para separar duas ou mais citações utilize o ponto e vírgula: (Manso et al., 2015; Ackermann & Eden, 2001; Donaire, 1999a, b).

A lista de referências deverá estar preferencialmente no estilo APA. Entretanto os autores podem submeter em qualquer dos formatos internacionais mais estabelecidos (APA, Harvard, Chicago), desde que seja apresentada em ordem alfabética do último sobrenome do primeiro autor, seguida da ordenação pelo ano usando as letras minúsculas (a, b, ...) quando necessário. As referências devem apresentar o nome de todos os autores e os nomes dos periódicos devem ser indicados por extenso.

É altamente indicado que os artigos contenham o DOI.

Exemplos de formatação segundo a norma APA:

Livro

Donaire, D. (1999). Gestão ambiental na empresa (2a ed.). São Paulo: Atlas.

Capítulo de livro

Ackermann, F., & Eden, C. (2001). SODA: journey making and mapping in practice. In J. Rosenhead & J. Mingers (Eds.), Rational analysis in a problematic world revisited (2nd ed., pp. 43-61). London: Wiley.

Artigo de periódico

Manso, D. F., Suterio, R., & Belderrain, M. C. N. (2015). Estruturação do problema de gerenciamento de desastres do estado de São Paulo por intermédio do método Strategic Options Development and Analysis. Gestão & Produção, 22(1), 4-16. https://doi.org/10.1590/0104-530X1105-13.

Rossner, M., & Yamada, K. M. (2004). What's in a picture? The temptation of image manipulation. Journal of Cell Biology, 166(1), 11-15. https://doi.org/10.1083/jcb.200406019.

Dissertação e tese

Miranda, G. J. (2005). Valor de empresas e medidas de desempenho econômico: um estudo em empresas atacadistas brasileiras (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia.

Trabalho apresentado em evento

Camilloti, B. M., Israel, V. L., & Chi, A. (2006). Necessidade de um sistema de apoio à decisão em acupuntura. In Anais do X Congresso Brasileiro de Informática em Saúde (pp. 1-3). Florianópolis: SBIS.

Legislação

Brasil. (1991, 25 de setembro). Lei nº 8.213, de 24 de julho de 1991. Dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social e dá outras providências (seção 1, nº 142, pp. 21005-21011). Brasília, DF: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Material em meio eletrônico

Norsys Software Corp. (2008). Norsys netica: bayesian networks graphical application. Recuperado em 22 de setembro de 2008, de http://www.norsys.com/netica.html

Envio dos arquivos

Durante o processo de submissão 3 documentos são obrigatórios, sendo eles: 

1) Artigo Principal SEM identificação dos autores, em .doc ou .docx;

2) Folha de Rosto;

3) Declarações gerais.

Clique aqui para baixar o template dos 3 arquivos.

Atenção: no caso de submissão do manuscrito revisado após a rodada de avaliação, os autores devem sinalizar as modificações e/ou justificar as alterações não realizadas mediante a inclusão de uma carta aos editores ou através de comentários no arquivo do artigo não identificado.

R. Ação Ergon.

Share this page
Page Sections